Arquivo da tag: Círculo de Tambores

Tambores Vento Bom – Oficina de Percussão Popular – Primavera 2015

Tambores Vento Bom - Oficina de Percussão Popular - Primavera de 2015

Tambores Vento Bom – Oficina de Percussão Popular – Primavera de 2015

De outubro a dezembro de 2015 voltaremos à oficina de percussão popular do Tambores Vento Bom.

Para se inscrever, envie um e-mail para tamboresventobom@hotmail.com.

Acompanhe as notícias curtindo a página do Tambores (www.facebook.com/tamboresventobom).

O bloco de tambores usa alfaias, caixas, repiniques, abês, ganzás, agogôs, gonguês e tamborins, utilizando ritmos como maracatu, côco, baião, afoxé, maculelê, ciranda, samba e samba-reggae. Os instrumentos serão fornecidos pelo grupo.

O contato com os tambores e a cultura popular brasileira tem uma função terapêutica muito eficaz e gostamos de trabalhar mantendo isso como prioridade durante as atividades. Cada um é incentivado a sobrepor suas limitações através da música percussiva.

As atividades rítmicas, os sons, o esforço físico, os alongamentos, a interação em grupo e atividades de meditação realizadas na oficina contribuem para que haja um crescimento pessoal, renovando e despertando potencialidades no corpo, na mente e na alma.

Se você tem um instrumento e deseja usá-lo, é bem vindo.

Pessoas com e sem experiência com música são bem vindas para a oficina.

Há instrumentos para crianças participarem. Consultem.
As aulas/ensaios ocorrem na Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indígenas, aos sábados de 17h às 19h30.

Começaremos a Oficina de Primavera dia 17 de outubro (sábado) e seguiremos até 19 de dezembro, em um total de 10 semanas.

Dando sequência, dia 09 de janeiro de 2016 começamos a Oficina de Verão.

_ . _

Além dessa atividade, mantemos oficinas de Pandeiro, Cajón, aulas de percussão de maneira geral e os Círculos de Tambores para Crianças, Pais e Amigos.

Tendo alguma necessidade particular, entre em contato, por gentileza.
Muito obrigado!

Nola Pompeo
Tambores Vento Bom

Serviço:

Duração: de 17 de outubro a 19 de dezembro
Dia e horário: sábados 17h ~ 19h30
Local: Concha Acústica do Parque das Nações
Valor da oficina: 150,00/mês.
Tel.: 8195-7299 (Nola)

Sites:
http://www.tamboresventobom.wordpress.com
http://www.facebook.com/tamboresventobom

E-mail:
tamboresventobom@hotmail.com

_ . _

ECONOMIA SOLIDÁRIA

Nossos eventos são realizados de maneira autônoma e estão organizados dentro do conceito de Economia Solidária, que une de maneira humana e economicamente ética todas as partes do processo de produção: músicos, produtores, parceiros, teatro, etc. (Economia Solidária – Wikipédia).

“Solidário”: do Francês SOLIDAIRE, “interdependente, completo, inteiro”, feita a partir do Latim SOLIDUS, “firme, inteiro, completo”, relacionado a SALVUS, “salvo, em boa saúde”.

Assim, comprar cds, livros, ingressos e participar dos concertos e cursos que fazemos significa atuar direta e ativamente na produção artística e cultural, e viabilizar projetos, construindo uma relação verdadeira e de comunidade com a arte e os profissionais envolvidos em sua produção.

O consumo e a participação são as maneiras eficazes de escolhermos o que é prioridade e o que deve ter voz na sociedade.

Faça parte!

Anúncios

Tambores Vento Bom – Círculo de Tambores – Crianças, pais e amigos – 2º semestre de 2015

O círculo de tambor é uma atividade de comunidade, antes de tudo.

A música não é o objetivo principal. Os instrumentos, os sons e a música ficam a serviço do encontro das pessoas, da conversa.

Neste caso em especial, do encontro das crianças com os pais através do contato físico, da inspiração e da imitação recíproca, do reforço dos laços de afeto intermediado pela resposta sonora e pelos diversos estímulos.

Depois também o contato com os amigos que estão participando e igualmente se descobrindo constantemente dentro do círculo.

Durante o mês de julho fizemos 4 encontros e foi muito produtivo. Assim, continuaremos a realizar a atividade durante todo o semestre. Os encontros acontecerão todo sábado até o fim do ano, às 10h. Se precisarem de outros horário, avisem, por gentileza.

Os interessados e interessadas, por favor, entrem em contato a qualquer momento. Para vir com frequência ou para vir exporadicamente.

Notem que embora o objetivo desse encontro seja trabalhar com as crianças, adultos que querem aprender sobre ritmo também são bem vindos. Uma outra possibilidades são turmas somente para adultos, que podem ser abertas conforme o interesse.

A prática constante permite a descoberta e a construção de vínculos muito especiais.

O círculo de tambor se diferencia da musicalização por ser algo que tem o fim em si mesmo. Ou seja, ele é enquanto é e não visa outra coisa que não seja o evento em si.

Por esse motivo, por exemplo, não se torna uma apresentação e é diferente a cada vez, obrigando da gente que participa sempre uma nova investigação e uma nova descoberta.

Partindo do círculo pode-se caminhar para a musicalização e o estudo de instrumentos de maneira geral.

Caso alguém tenha interesse, por favor, entre em contato.

Espero encontrá-los em breve!

Gratidão. Nola Pompeo.

Facilitador: Nola Pompeo
Rua Cel. Porto Carreiro, 394 – Vilas Boas
Sábados – 10h ~ 11h
Valores: R$160,00/mês ou R$50,00/dia
Inscrições: tamboresventobom@hotmail.com
Vagas limitadas
+ Para outros horários e turmas, entre em contato

2015 - Tambores Vento Bom - Círculo de Tambores Crianças - 07

2015 – Tambores Vento Bom – Círculo de Tambores Crianças, pais e amigos

Tambores Vento Bom – Círculo de Tambores – Crianças, pais e amigos – julho/agosto de 2015

Tambores Vento Bom - Círculo de Tambores - Crianças, pais e amigos - julho/agosto de 2015

Tambores Vento Bom – Círculo de Tambores – Crianças, pais e amigos – julho/agosto de 2015

Voltamos a oferecer os Círculos de Tambores para crianças, uma atividade que gostamos muito de realizar e que pudemos experimentar algumas vezes em 2014.

Em 2014 realizamos 3 círculos para crianças no Firulas Café e alguns outros em diversas situações. Muitas crianças, pais e mães tiveram a oportunidade de vivenciar a experiência juntos e entrar em contato com a música e as pessoas de uma maneira peculiar.

O Círculo de Tambores é um acontecimento em que as pessoas se juntam para se conectarem através dos sons e da música, especialmente através dos tambores, mas também através da convivência, das conversas, dos gestos, da dança, do canto.

Acreditamos que seja uma ocasião para consolidar laços e afetos entre filhos, pais, mães e os amigos de uma maneira bastante significativa e que colabora para o desenvolvimento de todos.

Para o círculo deixamos uma variedade de instrumentos sonoros à disposição para que os participantes possam explorar e “conversar”. Entre eles há xilofones, tambores alfaia, bongo, atabaque pequeno, cajón, ganzás, abês, agogôs, pratos, tamborins, etc.

Nos álbuns de fotos do perfil do Tambores no Facebook há fotos dos Círculos feitos no Firulas e através delas é possível ter uma ideia de como acontecem: /tamboresventobom.

Desta vez os círculos acontecerão na casa que é a sede das atividades do Tambores Vento Bom, em frente à Praça do Peixe no bairro Vilas Boas. Serão 4 encontros, aos sábados, de 18 de julho a 08 de agosto.

Conforme a necessidade, podemos criar outros horários e turmas, assim como manter a atividade durante o restante do ano.

Abaixo há um texto falando um pouco sobre Círculos de Tambores.

Sejam bem vindos!

Facilitador: Nola Pompeo
Rua Cel. Porto Carreiro, 394 – Vilas Boas
Sábados, 18 de julho a 08 de agosto de 2015 – 10h ~ 11h
Valores: R$160,00/mês ou R$50,00/dia
Inscrições: tamboresventobom@hotmail.com
Vagas limitadas
+ Para outros horários e turmas, entre em contato

Círculo de Tambores para Crianças, pais e amigos no Firulas Café - Tambores Vento Bom

Círculo de Tambores para Crianças, pais e amigos no Firulas Café – dez/2014 – Tambores Vento Bom

————————————————————————————————————-

CÍRCULOS DE TAMBORES:

A primeira vez que ouvi falar em círculo de tambores foi com o Sr. John Millen, que vive em Baltimore e que agora já está aposentado.

Seu trabalho foi uma grande inspiração para mim. Costumava ter um site em que expunha os instrumentos que construía. Assim que vi o trabalho no site, liguei para ele e conversamos algumas vezes. Nos mantemos em contato até hoje.
Os tambores que ele fazia, a imagem dos tambores já diziam muito. Pude aprender com ele coisas bem importantes sobre fazer tambores e sobre fazer música.

Na época ele era presidente da “The Baltimore International Rhythm and Drumming Society” [1], que promovia, entre outras coisas, círculos de tambores. Vi uma fotografia em um site que mantinham com milhares de pessoas tocando juntas e aquilo me chamou muito a atenção.

_ . _

Círculo de Tambores

From Wikipedia, the free encyclopedia [http://en.wikipedia.org/wiki/Drum_circle]

Um círculo de tambores é qualquer grupo de pessoas tocando (usualmente) tambores de mão e percussão em um círculo. São distintos de grupos de tambores ou troupes no sentido em que o círculo de tambores é um fim em si mesmo em vez de uma preparação para uma performance. Podem variar de tamanho desde um apanhado de tocadores até círculos com milhares de pessoas.

Em 1991, durante um testemunho diante do Comitê Especial sobre Envelhecimento do Senado dos Estados Unidos, o percussionista e musicologista Mickey Hart [2] disse:

“Tipicamente, as pessoas se juntam para tocar em círculos de tambores com pessoas da própria comunidade. O círculo de tambores oferece igualdade porque não tem início ou final em sua forma. Inclui pessoas de todas as idades. O objetivo principal é compartilhar ritmo e se harmonizar com o outro e consigo mesmo. Para formar uma consciência coletiva. Para incluir e ressoar. Por inclusão, quero dizer que uma nova voz, uma voz coletiva, emerge do grupo enquanto todos tocam juntos”.

[1] The Baltimore International Rhythm and Drumming Society (BIRDS) é uma organização sem fins lucrativos que tem como missão promover a paz através da música. Constituída desde 1996 como uma organização de arte comunitária, o principal meio da Birds de promover a paz através da música é colocar as pessoas juntas para apreciar a diversidade e a força do ritmo e dos tambores de todo o mundo.

[2] Mickey Hart: http://en.wikipedia.org/wiki/Mickey_Hart%5D

[Tradução: Nola Pompeo]